5 restaurantes do Leo Paixão em Belo Horizonte para conhecer

O chef mineiro Leo Paixão já vinha ficando famoso desde 2013, quando seu primeiro restaurante – o Glouton, em Belo Horizonte – caiu nas graças da crítica. Mas foi como participante do programa Mestre do Sabor (a recente versão da Globo para o MasterChef da Band, que já faz sucesso há anos) que o chef ganhou projeção nacional. Desde a estreia do programa, em 2019, teve destaque, liderança entre os jurados e vitórias consecutivas em suas equipes na competição culinária.

Já conhece o instagram do Onde Comer e Beber? Lá, a gente posta novidades gastronômicas de BH todos os dias!

Médico de formação, Leo Paixão mudou-se para Paris em 2019, onde se graduou em gastronomia francesa na Escola Superiora de Gastronomia Francesa (Ferrandi). De volta a Belo Horizonte, chefiou o Restaurante Taste Vin até 2012, quando saiu para seu voo solo no Glouton.

Conheça abaixo os restaurantes do Leo Paixão em Belo Horizonte e veja quanto custa comer em cada um deles.

Os restaurantes do Leo Paixão em Belo Horizonte

Glouton

Bairro Lourdes
Preço: Menu completo com snacks, entradas, pratos e sobremesas a R$300 por pessoa. Vinhos a partir de R$110 a garrafa. Todos os drinks a R$47.

O mais tradicional e antigo restaurante de Leo Paixão, aberto em 2013, que basicamente o lançou para a fama e começou a angariar prêmios no mesmo ano. Revista Veja, Prazeres da Mesa, Guia 4 Rodas… todos já se renderam aos sabores franco-mineiros do Glouton.

A inspiração francesa do restaurante traz pratos mais elaborados, em porções menores e de apresentação sofisticada, cheia de delicadeza. É um local de alta gastronomia: apesar da decoração relativamente rústica, é o mais requintado dos restaurantes do chef.

Na pandemia: depois de meses fechado para reformas, o Glouton reabriu em setembro de 2021 com um cardápio todo remodelado, no formato único de menu fechado – não há como pedir pratos ou entradas avulsas.

restaurantes leo paixão bh

Foto: Divulgação

Ninita

Bairro Lourdes
Preço: entradas na faixa de R$30 a R$40. Pratos principais na faixa de R$80 a R$100.

Aberta no finalzinho de 2020, a nova e já badalada casa do chef pratica uma cozinha mezzo-italiana, mezzo-mineira. Os pratos são mais bem servidos que os do vizinho e irmão mais velho Glouton, e mais com cara de comida de vó.

O prato mais em conta do cardápio é o arroz melado de galinha com bacon e quiabo (R$69), que vem com um quê de roça, “sujo” de fundo de panela com um molho intenso e adocicado. Também são muito gostosas a lasanha de lombo defumado com queijo minas (R$87) e a lindona carbonara de linguini com grandes medalhões de porchetta feitos na brasa (R$89).

Durante a pandemia: Faz delivery em simpáticas sacolinhas reutilizáveis. Os pratos chegam em caixinhas com divisórias, para facilitar o empratamento em casa.

Nicolau Bar da Esquina

Bairro Santa Tereza
Preço: a partir de R$30

O Nicolau Bar da Esquina, o mais descolado dos endereços do chef, foi aberto em 2018. É um local de “botecagem mineira chique” que fica no reduto da nova boemia de Belo Horizonte, entre os bairros Santa Tereza, Horto e Floresta, repletos de bares e de pontos que são referência na arte e na cultura da cidade.

Durante o longo fechamento em virtude da pandemia, a casa chegou a anunciar que voltaria em outro formato, como uma steak house chamada “Nicolau na Brasa”. Mas, pelo visto, o plano foi abortado. O Nicolau volta a ser bar da esquina em dezembro de 2021, agora com uma influência tex-mex (de comida americana e mexicana) no cardápio.

Na pandemia: o Nicolau reabre em dezembro de 2021. Há delivery de alguns pratos a partir do Lourdes, nos endereços do Ninita e do Glouton.

restaurantes do leo paixão em belo horizonte

Foto: Divulgação

Nico Sanduíches

Bairro Savassi
Preço: sanduíches entre R$30 e R$50

É a casa com pegada mais “street” do chef, com bancada estreita pra rua, lanches rápidos e fachada psicodélica de grafite.

O principal diferencial dos lanches é o pão de rosca, bem adocicado, que faz um gostoso contraste com a carne. São muito bons o hambúrguer de cordeiro com gorgonzola, molho de maçã e mostarda dijon (R$42), e o sanduíche de linguiça de pernil apimentada no pão de queijo (R$28).

É importante ressaltar que a carne do Nico Sanduíches não é feita na casa. São hambúrgueres industrializados de angus da marca Carapreta.

Na pandemia: a casa está aberta, mas segue entregando os lanches via aplicativo.

nico sanduíches bh

Foto: Divulgação

Pizzaria Popolare

Duas unidades: bairro Horto e bairro Buritis
Preço: a partir de R$28

Também nascida na pandemia, em abril de 2020, a pizzaria Popolare é focada em serviço de delivery e take away, bem adaptada aos tempos pandêmicos. As pizzas são de pegada italiana e artesanal, de tamanho individual, com massa de longa fermentação e farinha e tomates da Itália.

O nome Popolare vem da ideia de “popularizar” a autêntica pizza italiana e, é claro, a assinatura do chef, visto que é seu estabelecimento mais barato. As pizzas, com sabores como Pepperoni, Alici, Frango com catupiry e opções vegetarianas, custam a partir de R$28.

Mina Jazz Bar

Dentro do Automóvel Clube, no Centro
Preço: Ingressos na faixa de R$50 por pessoa, vendidos por mesa. Drinks a partir de R$30, entradinhas e pratos na faixa de R$50.

Outro projeto pandêmico do chef é este bar de jazz, aberto em sociedade com o vereador Gabriel Azevedo. O bar ocupa parte do primeiro andar do prédio histórico, de 1929, e os ares de anos 1930 permanecem na decoração e no clima do espaço. No cardápio, receitas asiáticas como as duplas de baos de barriga de porco ou asinha crocante (R$45), porções de guioza (R$45, 5 unidades), sushis e gunkan makis.

O bar é pequeno, com cerca de 40 lugares (separados em mesas para dois, para três, para quatro e para cinco pessoas), e os ingressos são vendidos (por mesa e não individualmente) toda semana pelo site Sympla. Não preciso nem falar que esgotam em minutos.

Conheça também: O melhor programa diferente e ao ar livre para o fim de semana em Belo Horizonte

Procurando hotel ou casa para descansar em Belo Horizonte e arredores? Veja aqui algumas dicas de onde ficar em BH. Reservando através do nosso link, você ainda ajuda o Onde Comer e Beber a sobreviver! 😀

Pra quem mora em BH e está procurando uma casa pra descansar um fim de semana ou feriado sem sair da região, aqui tem algumas opções incríveis, com piscina para os dias mais quentes e até hidromassagem!

Para grupos, essa casona de temporada fica do ladinho de Inhotim, cercada de um belo lago, tem três quartos, piscina ao ar livre e banheira de hidromassagem. A pousada Casa da Moeda é bem rústica, fica no meio da natureza e tem piscina externa aquecida. Para casais, há ainda mais opções:

– Os chalés Colina de Casa Branca recebem duas pessoas com um buffet de café da manhã, piscina, hidromassagem, sauna, mesa de bilhar…
– Já o Hotel Fazenda Pedra Lisa é pra descansar pertinho de Inhotim com boa comida, vistas incríveis e muuuuito conforto.
– A rústica Vila Severina também tem belas vistas pra Serra da Moeda, piscina, deck e hidromassagem dentro do quarto.
– No Hotel Fazenda Horizonte Belo, a 4 quilômetros do centro de Brumadinho, tem vistas, lagos, trilhas, piscina, entretenimento para crianças, hidromassagem, academia…
– A Pousada Boutique Villa Rica tem estrutura moderninha com decks, jardins, bar e restaurante.

Se você não mora em BH e está procurando um hotel na cidade, uma dica é se hospedar na região Centro-Sul, nas proximidades da Savassi. São legais o Vivenzo, um dos primeiros hotéis a se adaptar à pandemia com protocolos rígidos de segurança; o Holiday Inn, com uma bela piscina no terraço; o Ibis Liberdade, em uma construção histórica do ladinho da linda Praça da Liberdade; e o Ibis Budget, bem localizado e muito barato.

Pertinho dos restaurantes do Leo Paixão estão os bons hotéis H2 Platinum Lourdes e Ramada by Wyndham.

Na Pampulha, as melhores escolhas são o Arena Flat, um apart hotel pertinho das atrações da lagoa com uma vista incrível do Mineirão no terraço; o Da Orla Pampulha Hostel, pra quem busca algo mais em conta e descontraído na beira da lagoa; o Pampulha Flat, bem equipado a alguns minutos de caminhada da lagoa; a pousada Sossego da Pampulha, ao lado do Mineirinho e com piscina ao ar livre; e o belo hotel Nobile Inn, que fica entre a Casa do Baile na Lagoa e o Aeroporto da Pampulha.

Preços e informações atualizados em 2021. Cardápios e valores podem ser alterados a qualquer momento, sem aviso prévio. A pandemia do coronavírus pode ter afetado o funcionamento de locais citados, confira antes de ir.

 

Você pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *