Cafés em São Paulo: as melhores opções da cidade

A cena gastronômica de São Paulo, além de ser, sem nenhum exagero, uma das melhores do mundo, é também uma das mais mutantes: é dificílimo se manter atualizado com o tanto de cafés, docerias e padarias abrindo e fechando constantemente.

Com esse post, a ideia é apontar a lista mais completa e definitiva de melhores cafés de São Paulo – mas sabemos que não existe “definitivo” na cidade e, por isso, a lista está em constante atualização.

Para resumir o texto, estes são os destaques dos nossos cafés favoritos de São Paulo:

  • O Da Feira ao Baile e o Brigadeiro Café, pelos melhores bolos e tortas doces
  • O King of the Fork, pelos melhores cookies
  • A Julice Boulangère, a Santiago Padaria Artesanal e a Beth Bakery, pelos melhores pães artesanais
  • O Quitandarte, pelos melhores pães de queijo recheados
  • O Sofá Café, o Modernista Coffee Stories e o Jardin do Centro, pelos melhores ambientes
  • O Coffee Lab e o Pato Rei, pelo alto padrão do café
  • A Casa Mathilde e a Manteigaria Lisboa, pelos quitutes portugueses
  • O Tastemade Café e o Perseu, pelos bons ambientes para trabalho
  • A Padoca do Maní e o Urbe Café, pelas opções veganas e vegetarianas
  • O Santo Pão Boulangerie, o Vista Café e o KEZ Bagel, pelas boas opções salgadas

Se quiser, vá direto para as opções por bairros de São Paulo

Abaixo, você confere a lista completa e mais detalhada, com os preços e cardápios dos cafés, além de informações úteis sobre os que oferecem wi-fi grátis, opções veganas e vegetarianas, sem glúten e sem lactose, quais são pet friendly…

Cafés no Centro de São Paulo

Veja também: Delivery em São Paulo – os melhores e mais concorridos restaurantes
10 restaurantes e bares diferentes em São Paulo

Por um punhado de dólares

Nos arredores da Praça da República, no Centro, não faltam bons cafés, e o PPD é um deles. Tem quem espere a temática do clássico do faroeste de Sergio Leone, mas o local é um garajão com paredes de concreto. O cardápio é enxuto e a estrela é o café mesmo, que é muito bom (a partir de R$6). Não deixe de provar os bolinhos, especialmente o de aipim com coco e queijo meia-cura.

Ideal para: quem está no Centro de São Paulo e tem pressa (não costuma ter fila e o serviço é ágil).

Rua Nestor Pestana, 115, Consolação

Casa Mathilde

Um clássico do Centro de São Paulo e um dos melhores cafés da cidade para enfiar o pé na jaca e provar várias coisinhas diferentes. A começar pelo pão de queijo que, embora não tenha nada a ver com o carro-chefe da confeitaria, é surpreendentemente gostoso.

O cardápio é imenso e também são bons os salgados (como as empadas de camarão e os pães com linguiça portuguesa) e os doces de convento (como o pastel de nata, de Santa Clara e o Travesseiro de Sintra). Ainda há boas opções sem glúten e sem lactose, como queijadas, bombons e papo de anjo. As opções partem de R$3. O local costuma lotar e, como a vitrine é vasta e dificulta a escolha, o andar da fila pode ficar um pouco demorado.

Ideal para: quem ama doces e salgados portugueses, quer beliscar coisinhas diferentes e não está com pressa

Praça Antônio Prado, 76, Centro

Jardin do Centro

Mescla de café e loja de plantas, o Jardin tem um clima verde aconchegante para um cafezinho despretensioso de fim de tarde bem no centro de São Paulo. Lá dentro é até mais fresco, com plantinhas emoldurando todos os cantos. Apesar de pequeno, o cardápio é barato (dá para tomar um café da manhã simples e gostoso por menos de R$10) e focado em opções caseiras e receitas vegetarianas e veganas.

Os cafés partem de R$3 e os lanches de R$4 (caso do pão de queijo multigrãos). Vá no bolo de maçã com canela (R$6 a fatia) e pergunte sobre as novidades que nem sempre estão no cardápio.

Ideal para: quem gosta de plantas e não pretende usar wi-fi, já que ela não é oferecida gratuitamente

Jardin do Centro
Rua General Jardim, 494, Vila Buarque

Urbe Café Bar

É o café mais concorrido da região da Consolação, talvez pela boa localização. Os lanches e os cafés são gostosos e o local é bem animado, visto que está sempre cheio. Além dos tradicionais cafés, pães, cookies e bolos, eles têm muitas opções veganas, como a foccacia com cogumelos, pesto, cebola caramelizada, raspa de limão e castanha do pará (em torno de R$30) e a torrada de lentilha com pasta de abacate e tomates assados (R$10). Oferece wi-fi.

Ideal para: quem quer receitas veganas e vegetarianas mais elaboradas e também para trabalhar na região da Consolação. Vale saber, nesse caso, que as mesas ficam próximas e o café é barulhento – prefira o mezanino, que é um pouco mais silencioso.

Rua Antônio Carlos, 404, Consolação

Modernista Coffee Stories

Esse café do Centro vale por um passeio. É a parada ideal para fãs de design, já que toda a referência na arquitetura do café é, como diz o nome, modernista. A inspiração são as curvas e o verde característicos da obra do artista plástico e paisagista paulistano Burle Marx e o resultado é realmente muito bonito.

Do cardápio, nossos quitutes favoritos são a panqueca de fubá, que é incrivelmente macia e levinha; e a tostex de banana com queijo, canela e pasta de amendoim no pão brioche (R$18 cada). O carro-chefe da casa, além da arquitetura, é o prato de mesmo nome, o Modernista, que leva uma fatia de pão de fermentação natural coberta com mostarda, requeijão, queijo tulha, ovo e bacon, gratinado (R$25). Cafés saem a partir de R$5 – para algo diferente, vá no expresso tônica rosé, bem refrescante (R$10).

Ideal para: apaixonados por design e paisagismo

Rua Maj. Sertório, 92, Vila Buarque

cafés no centro de são paulo

A arquitetura e as panquecas de fubá, ambas incríveis, do Modernista Coffee Stories

Cafés em Pinheiros e na Vila Madalena

Da feira ao baile

Talvez seja, atualmente, nosso bolo favorito de São Paulo. Vale provar os brownies, o Bem Casado, o bolo gelado de coco, o bolo de cookie e o de pão de mel – tudo muito recheado e muito gostoso. O preço é por quilo, a partir de R$118, o que faz com que uma fatia fique entre R$15 e R$20, mais ou menos. Para o brunch, uma boa pedida são as tortas salgadas (a partir de R$20), bem servidas e com opções sem carne, como alcachofra e cogumelos. É pet friendly do lado de fora e oferece wi-fi.

Ideal para: comer um bolo bem recheado acompanhado de um café

Rua Mateus Grou, 80,  Pinheiros

Top bolos de São Paulo: os do Brigadeiro Café, o de Cookie do Da Feira ao Baile e o de banana com doce de leite do Santo Pão Boulangerie

King of the fork – KOF

Um dos melhores cookies de triplo chocolate da Zona Oeste (R$10) fica nesse pequeno café, ponto de encontro de bikers de Pinheiros. O cardápio é enxuto, com opções básicas como torradas, iogurte, pães de queijo e bons sanduíches. Também é gostoso o banana bread (a partir de R$20), que tem opção vegana, sem glúten, sem açúcar… O KOF tem varandas abertas aconchegantes na frente e nos fundos, bicicletário e wi-fi – chegue cedo, porque costuma lotar.

Ideal para: saborear um cookie com café ou marcar um bate papo tranquilo, sem pressa, se conseguir sentar em alguma das mesas da varanda

Rua Artur de Azevedo, 1317, Pinheiros

Julice Boulangère

O Julice é um aconchego, localizado em um casarão simpático com muito verde e mesas ao ar livre. Na salinha do empório, vendem pães de fermentação natural de tudo quanto é tipo a partir de R$10 (não perca o de gorgonzola e o de vinho tinto, calabresa e nozes) e geleias caseiras diferentes. Na casa, servem opções de brunch, ótimos cafés e sanduíches como o Croque Monsieur, com pão artesanal e molho branco feito com vinho branco e queijo gouda, gratinado ao forno (R$37).

Ideal para: comprar pães, biscoitinhos e geleias antes ou depois de um café

Rua Deputado Lacerda Franco, 536, Pinheiros

Quitandarte

A portinha discreta esconde dois andares de pura Minas Gerais em São Paulo. Os pães de queijo recheados são a atração principal – tente escolher entre o clássico, com requeijão de corte, pernil de lata, picles de cebola, coentro e um ovo com gema mole (R$21); o de cupim, com a carne desmanchando e couve crocante (R$21); e o de doce de leite (R$14). Há opções de brunches montados a partir de R$30 e porções individuais, como ovos mexidos, salgadinhos e bolos caseiros.

Ideal para: quem curte um café de roça mineiro, com pernil, barriga de porco, biscoito de polvilho e goiabada

Rua Joaquim Antunes, 391, Pinheiros

Brigadeiro Café

O Brigadeiro têm, entre suas vantagens, a facilidade de encontrar: tem casas em Pinheiros, Perdizes, Vila Leopoldina, Vila Madalena… nossa favorita é a matriz, na rua Padre Carvalho, pela delicadeza da decoração – é como tomar café em uma casa de bonecas. O preço do brigadeiro em si é salgadinho (a partir de R$4), mas as fatias de bolo e tortas partem de cerca de R$10 e são deliciosas. Vá no bolo Bem Casado, no Pavê Delícia, na torta de brigadeiro crocante ou no Bolo Surpresa.

Ideal para: um café da tarde especial em grupo – eles têm uma aconchegante sala que pode ser reservada mediante consumo mínimo, perfeita para encontros em família ou amigos

Rua Padre Carvalho, 91, Pinheiros

Pato Rei Coffee Brewers

O café no Pato Rei é coisa séria. Eles merecem destaque pelas diversas formas mirabolantes de cold brew, extração do café a frio – vendido até em garrafa de vidro para levar para casa e consumir como quiser, quente, frio ou em drinks. Lá, eles até dão uma boa dica de drink com café no Ginpatônica, gim tônica da casa (R$ 25).

Para comer, escolha o pão de queijo recheado com queijo tallegio, de vaca, e boursin, de cabra (R$15) e finalize com o biscoito amanteigado com caramelo salgado e chocolate belga (R$10). Os cafés custam a partir de R$5 e a degustação, com três tipos, sai a R$15.

Ideal para: um café de passagem, já que a casa é bem pequena

Rua Artur de Azevedo, 2087, Pinheiros

Sofá café

O Sofá Café são muitos. A cada endereço (Pinheiros, Cerqueira César, Vila Olímpia e Paraíso), o clima e o estilo da casa se adaptam ao contexto externo. Todos são muito legais, mas nossos preferidos são o de Pinheiros, um sobradinho com cara de casa, bem descontraído, e o da Cerqueira César, mais clean, perfeito para reuniões de trabalho.

Os lanches são bem básicos: sanduíches quentes (que acompanham salada ou chips) a partir de R$32, com opções vegetarianas, além de omeletes, crepes e tapiocas em torno de R$30. Para beber, cafés a partir de R$5. Todas as unidades ferecem wi-fi.

Ideal para: um café tranquilo ou uma reunião de trabalho, dependendo da unidade escolhida

Rua Bianchi Bertoldi, 130, Pinheiros
Rua Artur de Azevedo, 514 – Cerqueira César
E outros endereços

cafés em são paulo

O romance do Condimento e a casinha do Sofá Café de Pinheiros

Isla café

O brunch fica bem diferentão com receitas como o sabih (de origem judia, feito com berinjela, abóbora, salada e ovo com gema mole) ou o bolinho tunisiano de batata com especiarias. O Isla usa muitos temperos árabes nos seus sanduíches (a partir de R$30). Para o café da manhã ou do fim da tarde, a melhor pedida é acompanhar o cafezinho orgânico (R$5) com um gostoso brownie feito com tahine, bem suave.

Ideal para: quem gosta da culinária árabe e quer acompanhar o café com outros sabores

Rua Simão Álvares, 97, Pinheiros

Coffee Lab

Um dos primeiros cafés da Zona Oeste a criar uma “comunidade” em torno da bebida, ministrando cursos, organizando eventos e servindo degustações. É um dos mais premiados da nossa lista. A casa está na Vila Madalena desde 2011, em um lugar lindo e espaçoso, com ambientes diferentes, áreas abertas e bastante verde – ainda assim, vive lotado. Cafés a partir de R$5, lanches a partir de R$10, sempre com boas opções veganas e vegetarianas. É Pet friendly e oferece wi-fi.

Ideal para: apreciadores de café no nível hard, que têm intenção de aprender sobre a bebida

Rua Fradique Coutinho, 1340, Vila Madalena 

Tastemade Café

O Tastemade é famoso pelos vídeos de receitas e pela vibe divertida dos programas de culinária do Youtube, mas nem todo mundo sabe que eles têm um ótimo café na Vila Madalena, onde servem várias das receitas do canal. Os cafés e os lanches simples, como mistos e pães de queijo, partem de R$5. O forte da casa são os doces, como o chocolatudo bolo de brigadeiro (R$16), o pudim de leite condensado (R$12) e a banoffee (R$14). O lugar é amplo, têm wi-fi e todas as mesas internas contam com tomadas.

Ideal para: fazer um intervalo na visita ao Beco do Batman e arredores, trabalhar na Vila Madalena (devido à estrutura gratuita bem montada) e/ou provar um dos mais deliciosos e açucarados pudins da vida

Rua Harmonia, 661, Vila Madalena

KEZ bagel

Eles até servem outras opções de lanche (como ovos mexidos, iogurtes e croissants), mas é de se duvidar que alguém resista à vitrine de bagels. Ele pode vir na chapa, como queijo quente ou misto, a partir de R$ 9, ou recheado, a partir de R$ 23, caso do de salmão defumado com cream cheese.

Opções mais bem servidas vêm com chips e salada, como a de legumes grelhados (R$ 26), a de pastrami com dijon (R$34) e a de salmão com queijo de cabra, homus de beterraba e mix de castanhas (R$36). Vale provar também outras receitas judaicas, como o falafel e a Babka, fatia de pão trançado com creme de nozes (R$ 7). Não gostou de nenhuma das combinações? Dá para montar o seu sanduba como quiser.

Ideal para: quem ama bagel, obviamente

Rua dos Pinheiros, 725, Pinheiros

brunchs e cafés em são pauloPão de queijo da roça do Quitandarte e um dos muitos bagels recheados do KEZ-Bagel

Padoca do Maní

Café de grife da nossa lista, a Padoca pertence ao grupo Maní, da chef Helena Rizzo. A casa serve cumbucas saudáveis que variam semanalmente, com ingredientes como couscous marroquino, tofu, couve-flor, quibe de abóbora e burger de shitake, tudo muito bem temperadinho (em torno de R$40).

Em menos quantidade, as tostadas (em torno de R$30) com avocado, pesto, queijos, caponatas e hummus de diferentes tipos, são perfeitas pro café da manhã – nosso favorito é o de lâminas de beterraba com queijo de cabra (embora ele seja apenas polvilhado, podia vir um pouco mais), mix de castanhas e mini agrião. O cardápio é bem vasto, com tapiocas, pão na chapa, sanduíches, iogurtes e ovos. Os cafés partem de R$8 e os bolos caseiros, de R$12 a fatia. Vá cedo, já que a Padoca costuma ter filas mesmo em dia de semana.

Ideal para: quem quer receitas vegetarianas e veganas mais elaboradas

Rua Joaquim Antunes, 138, Jardim Paulistano

café padoca maní, são paulo

Cookies no pátio da Beth Bakery, os cruffins de limão com merengue da padaria Santiago e as toasts de beterraba da Padoca do Maní

Cafés nos Jardins

Santo Pão Boulangerie

Nosso café preferido nos Jardins, o Santo Pão tem boa comida (doce e salgada), ótimos cafés, croissants muito gostosos feitos na casa e um ambiente bem relax, com decoração industrial, pátio pet friendly e cara de brunch de fim de semana. São servidos ovos mexidos, sanduíches e tortas deliciosas (como a de frango, super cremosa, R$21), além de doces como o memorável bolo de banana com doce de leite e o cheesecake, bem suave.

Ideal para: quem está na região dos Jardins e procura uma produção bem artesanal, com boas opções salgadas

Rua Padre João Manuel, 968, Jardins

Kamzu Cookie Shop

Nos Jardins, o Kamzu é uma boa parada para café, cookie e waffle de pão de queijo, com opções veganas e sem glúten. Apesar do cardápio simples, os cookies (a partir de R$ 7,50) tem algumas firulinhas (tipo as opções de leite ninho, café, cranberry e oreo) e são muito gostosos.

Ideal para: levar alguns cookies gordinhos pra casa

Alameda Lorena, 684, Jardim Paulista

Cafés na Região da Paulista

Manteigaria Lisboa

Quem trabalha ou mora ao redor de uma Manteigaria Lisboa já fica atento ao sino pendurado em frente a algumas das casas, que bate assim que sai uma fornada de pastel de nata (R$8). Ele é sempre delicioso, mas quando sai fresco, quentinho, é realmente imbatível. Para o lanche, também são servidos quiches e salgados de inspiração portuguesa (a partir de R$12).

Ideal para: Quem quer um docinho português e ouvir as badaladas do sino

Rua Pamplona, 674, Jardim Paulista

Zel Café

O destaque do Zel é o ambiente. O café fica em um bonito casarão dos anos 30 e a área externa envidraçada dá para a copa das árvores do jardim. Os cafés custam a partir de R$6, com opção de leite sem lactose, e lanches matinais, como pão na chapa, granola, tapioca, omeletes e panquecas, saem a partir de R$10. A casa também oferece combos de café da manhã (com ovos, pães, granola, um suco e um café, R$28) e pratos maiores, como os ovos benedict, com bacon, espinafre e molho holandês (R$26).

Ideal para: quem estiver passando na Paulista, na altura da Pamplona, ou for visitar alguma exposição que acontece nas casas anexas ao café

Rua Pamplona, 145, Jardim Paulista

Perseu Coffee House

Provavelmente o café com ares mais requintados da nossa lista, mesmo que não seja o mais caro dela. Até porque o cardápio do Perseu é bem amplo e dá para encontrar preços bem variados. Só de opções de café são duas páginas, a partir de R$8. As fatias de bolo e o pão na chapa partem de R$10 e nos sanduíches figuram ingredientes como queijo emmenthal, pastrami, presunto de parma, avocado e salmão, com opções vegetarianas (a partir de R$26). Oferece wi-fi e tomadas

Ideal para: para quem está na Paulista e procura um local tranquilo para uma pausa, para trabalhar ou fazer uma reunião profissional. O ambiente sóbrio e os móveis rústicos dão cara de escritório ao café, ou seja: não é exatamente um ambiente romântico ou propício para juntar a galera.

Alameda Santos, 2.159, Cerqueira César

onde tomar café em são paulo

A sobriedade e a gastronomia do Perseu Coffee House

Cafés em Moema

Freak Café

Não são muitos os cafés especiais de Moema, fato que corrobora para o sucesso do Freak Café. Pet friendly e moderninho, servem clássicos de café da manhã (como iogurtes, ovos e omeletes a partir de R$15) acompanhados de cafés quentes e gelados (a partir de R$5,50), e versões bem docinhas, como a de pão de mel, servida com especiarias, doce de leite e meio pão de mel para mergulhar na bebida. No brunch dos fins de semana, há opções mais graúdas como as panquecas americanas recheadas de Nutella e os ovos Benedict com presunto cru (na faixa dos R$30 cada). Oferecem opções veganas e vegetarianas e wi-fi grátis.

Ideal para: quem quer levar o bichinho de estimação e não tem pressa para ir embora – a equipe é pequena e o atendimento pode ser bem lento

Avenida Jurema, 359, Moema

Cafés na Vila Mariana

Beth Bakery

Em uma região sem tantas opções de cafés, a Beth Bakery é um respiro: uma casa pequenininha, descontraída, pet friendly, de produção totalmente artesanal e, além de tudo, barata. Nada do cardápio passa de R$20, preço dos sanduíches como o de pastrami com cream cheese, mostarda e picles. Há boas opções sem carne, como o sanduíche de mussarela fresca, avocado, pesto e tomates, além de produções veganas. No café da manhã, a partir de R$4, saem pães, bolos, ovos, iogurte com granola e cookies gordos e bem recheados a R$10.

Ideal para: um intervalo tranquilão em um dia bonito, já que os assentos ficam do lado de fora, no pátio, munidos de guarda-sol e cadeiras de praia. É uma boa para quem está de passeio pela região do Parque da Aclimação.

Rua Paula Ney, 298, Vila Mariana

Região do Ibirapuera

Vista Café

O Vista Café não tem tanta vista assim no mezanino do Museu de Arte Contemporânea MAC USP, que não é tão alto, mas fica de cara para o Ibirapuera, o que torna a localização muito conveniente. A área aberta e pet friendly é bem gostosa para um dia bonito depois ou antes do passeio no parque, mas, para conseguir um lugarzinho lá, tem que chegar cedo.

Dentro do café, por respeitar a estrutura do museu, o ambiente é bem impessoal. Porções individuais partem de R$7, enquanto o brunch fechado, bem servido, parte de R$45, com uma opção salgada e uma doce. Os sanduíches são bem interessantes, como o vegetariano de abobrinha, pimentão assado e castanha de caju (R$ 19).

Ideal para: quem está visitando o MAC ou o Ibirapuera (pelo portão 3, na Av. Pedro Álvares Cabral, na altura da OCA, do MAM, da Bienal…) – se chegar cedo, vale levar o bichinho de estimação

Avenida Pres. Juscelino Kubitschek, 2041, Vila Olímpia

Café na Pompéia e em Perdizes

Santiago Padaria Artesanal

Numa região da Pompéia onde pululam cervejarias e lanchonetes, a esquininha azul-Caribe da Santiago é um oásis para os fãs de café. O local é bem simples e aconchegante, com ótimos pães e boas opções de brunch. No beabá do café da manhã, pães, bolinhos, cookies e broas saem a partir de R$6, e os cafés partem do mesmo valor. Na hora do brunch, costuma ter fila, então, chegue cedo. Como a produção é artesanal, ela varia muito – aproveite se o cruffin de limão com merengue estiver disponível.

Ideal para: fazer comprinhas de pães para levar para casa (em torno de R$25, 500g) e antepastos, antes ou depois do café

Rua Taváres Bastos, 750, Perdizes

Chácara Santo Antônio e Granja Julieta

Kofi & Co.

O Kofi & Co. é um achado especialmente para quem está na região da Chácara Santo Antônio, onde cafés especiais são uma raridade, infelizmente. O Kofi é pequeno, tem ambiente clean, wi-fi disponível e é um bom lugar para trabalhar sozinho ou a dois, devido ao espaço.

Os cafés são muito gostosos e o cardápio é gigante. Os pães e bolos partem de R$ 6, mesmo preço dos cafés, com opção sem lactose. Sanduíches, bruschettas, omeletes e toasts simples partem de R$ 15, mas há algumas mais elaboradas, como a avocado toast de salmão defumado, R$ 35.

Ideal para: quem está na região da Chácara Santo Antônio

Rua Alexandre Dumas, 1518, Santo Amaro

Cafés no Tatuapé e em Anália Franco

Condimento Café

A decoração romântica é o chamariz do Condimento. Além de almoço, a casa serve tortinhas (salgadas como a de frango ou palmito, R$19, ou doces como a banoffee, R$14), mini bolos com cobertura (a partir de R$14), cinnamon roll, panquecas com syrup e outras receitas inspiradas na América do Norte. Aos domingos, um brunch bem parrudo é servido, com opções como pães de queijo, ovos benedict, toasts de salmão gravlax, rabanada de chocotone…

Ideal para: uma ocasião romântica e um café em família ou com amigos

Rua Itapura, 1400 – Tatuapé

Saint Decor Café Bistrô

Do lado de fora, a decoração clássica francesa chama a atenção – lá dentro, o cardápio segue a mesma inspiração, com macarrons, crème brûlée e lanches tradicionais como o Croque Monsieur, com bechamel e gruyére no pão brioche (R$29), e o Madame, coberto com ovo estalado (R$22). Para acompanhar o café, vá nos croissants recheados, como o de parma com queijo brie (R$19) e o de amêndoas com creme inglês de baunilha (R$16).

Ideal para: uma ocasião romântica e para quem gosta da temática francesa

Rua Padre Landell de Moura, 152, Jardim Analia Franco

Outros cafés de São Paulo

Vale lembrar que São Paulo tem diversas redes que são bem convenientes, já que os produtos são padronizados e costumam oferecer bom atendimento e wi-fi em vários endereços, como o Fran’s Café, o Coffeetown, o Starbucks, o Sterna Café e a Ofner.

Outros cafés pequenos e gostosos são o Takko, antigo Beluga, na Consolação; o MOA Café em Moema, ao lado do Freak Café e bem menos concorrido que ele; o Um Coffee Co., com a vantagem de estar localizado em vários endereços; e a PAO, Padaria Artesanal Orgânica, que vende gostosos pães orgânicos feitos na casa.

Em Pinheiros, ainda há o HM Food Café, que também oferece wi-fi e bons lugares para trabalhar, e o Futuro Refeitório que, embora não esteja entre os locais que mais gostamos, é bastante procurado. Na outra ponta do bairro, tem o Las Chicas Gourmet Garage, com ótimas bandejas de café da manhã, com pães e geleias caseiras.

Na região da Chácara Santo Antônio, perto do Kofi, está a Teakettle Casa de Chás, um local mais rústico e romântico com mesas lindas, postas no jardim cheio de verde e decoração retrô.

Preços e cardápios atualizados no primeiro semestre de 2020. Podem sofrer alterações a qualquer momento.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *