Doces portugueses: pastel de nata e outras delícias de Lisboa

Não tem como evitar: vemos pastéis de nata por todos os cantos de Lisboa. Eles estão nos cardápios, nas vitrines, nas cozinhas abertas com vidros que nos fazem assistir em tempo real essas tortinhas serem montadas, assadas, desenformadas…

Para uma experiência completa de pastel de nata e doces portugueses em geral em Lisboa, escolhemos 6 lugares. Os preços não variam muito, ficam sempre entre 1 € e 1,50 €:

  • a Manteigaria, por ter o pastel de nata mais gostoso de Lisboa;
  • a Pastéis de Belém, por ser a padaria legítima e mais tradicional;
  • a Confeitaria Nacional, por ser uma alternativa à Pastéis de Belém, com uma experiência melhor;
  • a Pastelaria Batalha, por ser central e gostosa para um café
  • a Fábrica da Nata, por ter casas bem decoradas com um pastel delicioso;
  • a Casa dos Ovos Moles, por ser a melhor em todos os outros doces portugueses.

A Manteigaria tem um pastel de nata muito gostoso, cremosíssimo, servido quentinho com açúcar e canela, e tem a vantagem de estar no Chiado e também no Mercado da Ribeira.

Esse é, pra gente, o melhor pastel de nata de Lisboa – e o mais eficiente: o serviço é rapidíssimo, pegou, saiu.

doces portugueses - manteigaria e pudim de abade do mercado da ribeira

Manteigaria e pudim de abade do Mercado da Ribeira

Veja também: As melhores cervejarias em Lisboa e dicas de bares na capital de Portugal
Onde comer em Sintra, Portugal, do almoço à sobremesa

Para um café na mesa, sem pressa, sugerimos a Pastelaria Batalha, no Bairro Alto, e a Fábrica da Nata, na rua Augusta e na Praça dos Restauradores. Elas são centrais, tem pastéis muito gostosos e ambientes aconchegantes para dar uma parada no dia.

doces portugueses

Pastelaria Batalha

Os mais ortodoxos podem dizer que não há pastel de nata como o original, da Pastéis de Belém, no bairro de Belém. Claro que há um charme especial em visitar a pastelaria que originou o doce, perder-se por dentro dos labirintos da loja (que parece pequena na primeira olhada, mas tem diversos salões internos onde cabem centenas de pessoas) e provar a receita mais antiga dessa casa de 1837.

Mas a verdade é que a lotação absurda do lugar, a competição insana por uma mesa e o serviço (por todas as razões ditas aqui) demorado fazem a experiência charmosa parecer uma longa partida de War. O pastel é uma delícia, sim, assim como o capuccino (2,40 €) e os outros doces e salgados, bem grandinhos (entre 1,25 € e 2 €). Mas é bom ter em mente que a visita pode ser meio atrapalhada e demorar mais que o previsto.

Uma alternativa à Pastéis de Belém no mesmo bairro é a Confeitaria Nacional, padaria tradicional da Praça da Figueira que tem um quiosque aberto e privilegiado em Belém, na beira do rio Tejo, entre a Torre e o Monumento Padrão dos Descobrimentos, com uma bela vista para os dois. É uma pedida mais arejada para um dia de bom tempo. O quiosque serve sanduíches a partir de 3 €, salgados a partir de 1,60 €, cafés a partir de 1,20 € e doces sortidos.

De qualquer forma, nosso lugar favorito para comer doces portugueses é a Casa dos Ovos Moles de Portugal. Lá, não há pastéis de nata, é verdade. Mas eles são os melhores em todas as outras delícias, como queijadas, papos de anjo, toucinhos do céu (a partir de 2 €) e pudim de abade, feito com vinho do porto (3,50 €) – além de sorvetes artesanais com esses sabores clássicos. Simplesmente delicioso.

As Súplicas de Aveiro da casa, apesar da carga dramática do nome, são biscoitinhos de ovos levíssimos (5 € o pacote) que dá pena de não poder trazer aos montes para casa.

Para mais variedade e impacto visual, vá na pastelaria Alcoa, no Chiado. Os doces custam a partir de 2,50 €, mas são bem grandes, elaborados e premiados: tem quindim, doces de ovos moles, coco, amêndoas, pastéis de nata, biscoitinhos, pudins, bolinhos… é difícil escolher.

doces portugueses

Alcoa

No Mercado TimeOut (ou Mercado da Ribeira), também é possível provar outros doces portugueses: além do Pastel de Nata da Manteigaria, aposte no Doce de amêndoas da Fábrica de Queijadas Recordação de Sintra (3 €), de Sintra, ou ainda no Pudim do Abade (embora a porção custe 6 € e a da Casa dos Ovos Moles valha mais a pena).

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *