Serro, Minas Gerais: onde comprar os melhores queijos locais

Os queijos do Serro são alguns dos melhores de Minas Gerais e a cidade é uma parada frequente para quem viaja até Diamantina. Aqui vai um resumo do que vamos contar no post:

  • O Salão do Queijo do Serro, que ficou anos fechado para reforma, reabriu em 2019
  • A Festa do Queijo, com programação para amantes do produto e produtores, costuma acontecer em outubro
  • Há dois ótimos lugares para comprar queijo: a cooperativa CooperSerro e a loja Trem-ruá Grife do Queijo, de Túlio Madureira
  • Com agendamento prévio, é possível marcar visitas nas fazendas e acompanhar a produção

O queijo do Serro é uma espécie de “versão mineira” do queijo da Serra da Estrela, de Portugal, já que a receita foi trazida ao Brasil no século 18 por portugueses que viviam nessa região. Em Minas, o queijo ganhou um aspecto mais úmido e ácido e se tornou uma iguaria premiada no mundo inteiro, cuja técnica de produção foi reconhecida pelo IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) como patrimônio cultural do Brasil. Os queijos do Serro receberam, em 2011, o IG, registro de Identificação Geográfica, que garante aos produtores locais o direito exclusivo sobre o cobiçado nome.

queijo

Para celebrar essa tradição, a prefeitura do Serro reabriu em 2019 o Salão do Queijo do Serro, que ficou anos fechado para reforma. O local é um museu dedicado à história do produto e sua valorização, além de servir também como espaço de encontro e eventos do mundo do queijo.

Antes da visita, vale se informar sobre festivais que costumam acontecer na cidade e a melhor forma para isso é entrar em contato com a prefeitura. Parece trabalhoso, mas o calendário de eventos do Serro não é muito divulgado para quem não está na cidade e eventos agendados podem acabar cancelados sem muito aviso prévio.

O melhor evento é a Festa do Queijo, que costuma acontecer em outubro. Ela reúne produtores de Queijo Minas Artesanal do Serro de mais de dez municípios da região, com barraquinhas de comida, shows, concurso de queijos e palestras e cursos voltados para apreciadores e entusiastas.

Veja também: Duo Gourmet – como economizar nos melhores restaurantes
14 vinhos bons e baratos para comprar online em 2020

Fatia de Queijo do Serro, feito em Minas Gerais

Quer mais dicas de produtos típicos de Minas e de outras regiões? Siga o @ondecomerebeberem no Instagram!

Onde comprar Queijo do Serro:

Um local que não dá para deixar de visitar é a loja de queijos GIR Trem-ruá Grife do Queijo, de Túlio Madureira, com produtos da fazenda Pedra do Queijo. É ele mesmo quem costuma receber os clientes na lojinha que ocupa um cantinho do quintal da própria casa e traz alguns dos queijos mais premiados do Serro, como GIR e Kankrej. A novidade do produtor é o queijo Curupira, com maturação em ácaros, que deixa o produto picante e muito potente. A meia peça dos queijos de Túlio lá na lojinha fica a partir de R$ 30 – saindo do Serro, o preço praticamente dobra, mas ele se disponibiliza a enviar pelo correio para qualquer lugar do Brasil.

Uma opção mais barata é o mercado da cooperativa de produtores rurais Cooper Serro, o mesmo que distribui queijo minas para os supermercados de Belo Horizonte e outras cidades mineiras. Essa cooperativa foi fundada em 1964 e agrega hoje 145 produtores de queijo artesanal e leite. Apesar de ser mais fácil encontrar produtos comuns da marca na capital, a CooperSerro também já recebeu premiações e o mercado local traz outros tipos de queijos, como o Minas Artesanal e o Colonial, e maturados como o do Reino.

Você também encontrará bons queijos nas lojas Sabor da Roça, Casa de Carnes Ivituruy e Casa de Carnes Magnos.

Como visitar fazendas produtoras de Queijo do Serro:

O Queijo do Serro é produzido com leite cru, diferente do método industrial que pasteuriza o leite. A receita tradicional é tombada e inclui um passo a passo rígido de procedimentos, determinados por séculos de história. São produzidas 40 toneladas por mês de queijo Minas artesanal do Serro nas fazendas, e outras 80 de queijo industrial, na fábrica de lacticínios, segundo a prefeitura da cidade. Para aprender um pouco sobre essa fabricação, o melhor é  fazer uma visita nas fazendas produtoras.

A fazenda Pedra do Queijo, de Túlio Madureira, está aberta para visitação mediante agendamento prévio. A visita acontece durante a manhã e dura em torno de quatro horas, mostrando todo o processo da fabricação do queijo. Para agendar, entre em contato com antecedência pelo (38) 99823-4207 ou pelo (38) 98814-5061.

Escadaria e igreja ao fundo, em Serro, Minas Gerais

A Fazenda Ouro Fino, do produtor Moisés Antônio Barbosa, também agenda visitas pelo (38) 99941-0000 ou (38) 98808 4685. Como a demanda não é muito grande, essas visitas não acontecem o tempo todo. Por isso, o agendamento deve ser feito antes da viagem, para não frustrar seus planos caso não consiga ser atendido ao chegar lá.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *