Melhores restaurantes para almoçar em Morretes, Paraná

A cidade histórica de Morretes está em alta devido ao passeio de trem que sai de Curitiba por dentro da Serra do Mar, considerado um dos mais bonitos do mundo. A fama é justa: o passeio é realmente incrível e Morretes é um lugar delicioso para passar um dia.

O forte da pequena cidade é o almoço, já que a maior parte dos restaurantes fecha entre 15h e 16h, mesmo nos fins de semana. Ainda que alguns abram depois novamente para o jantar, não há basicamente nada para fazer até lá. Lembre-se de pensar nisso na hora de decidir o horário de sua passagem de volta para Curitiba!

Já conhece o instagram do Onde Comer e Beber? Lá, a gente posta dicas gastronômicas do Brasil e do mundo!

Prato mais famoso de Morretes, o barreado, um cozido de carne bovina temperado com cominho e acompanhado de arroz e banana, é muito bem servido.  Ele pode ser encontrado facilmente por a partir de R$40 por pessoa em rodízios pela cidade.

Aqui, contamos onde comer barato em Morretes, onde provar o melhor barreado com vista do rio Nhundiaquara, quais os restaurantes, bares e cafés que funcionam até mais tarde e até onde encontrar a versão vegana do prato mais típico da cidade.

Veja também: Duo Gourmet – como economizar nos melhores restaurantes

Prato de restaurante em Morretes

Restaurante do Hotel Nhundiaquara (Foto: Divulgação)

O lugar mais barato para comer barreado em Morretes é o Manacá da Serra, aberto somente para almoço de quinta a domingo. O restaurante funciona com um buffet com o prato típico e seus acompanhamentos – saladas, pratos quentes e frutos do mar. A média de preço é de R$ 40 por pessoa e costuma lotar. O Manacá também é o restaurante mais recomendado para veganos e vegetarianos em Morretes, já que faz uma versão do barreado sem nenhum produto animal, feito de “carne” de jaca e servido com bolinhos de acarajé e outros acompanhamentos.

Porém, o nosso restaurante favorito para provar o barreado é o Empório do Largo, que abre apenas para almoço com comida muito saborosa e uma bela vista do Rio Nhundiaquara. A casa é histórica, do século 18, e, segundo contam por lá, pertenceu ao fundador da cidade. O Barreado simples do Empório sai por cerca de R$ 45 por pessoa e inclui arroz, bananas à milanesa e uma pequena porção de crocantes bolinhos de barreado, feitos com a carne e recheados com queijo, muito gostosos. Eles também são vendidos como porção, por R$ 30. Há outras versões do prato típico, incrementadas com frutos do mar. A carta traz cervejas locais, como a Way, de Pinhais/PR, uma das melhores artesanais do Sul do Brasil, a partir de R$ 15 (335ml), e vinhos a partir de R$ 60.

pratos de restaurante em Morretes

Uma das opções de barreado do Empório do Largo (Foto: Divulgação)

Outras boas opções em Morretes são o Restaurante Casarão, com uma bonita vista para a ponte, o rio e as montanhas; e o Restaurante Terra Nossa, outro casarão antigo na rua XV de Novembro que, por ficar fora do eixo do rio, é um lugar um pouco mais tranquilo para aqueles dias de cidade lotada.

O barreado tradicional do Terra Nossa, que acompanha pão, patês, maionese de aipim, arroz e banana, custa R$ 55 por pessoa. Já o completo, que inclui também filé de peixe à milanesa, camarão à milanesa e molho de camarão, custa R$ 69, também individual. Para quem fica até mais tarde, o Terra Nossa é uma das únicas opções da cidade, aberto até às 23h todos os dias, sem fechar (só não funciona nas terças-feiras). À noite, serve belas pizzas e massas.

Para os mais calorentos, recomendamos o restaurante Ponte Velha, que tem um salão de vidro com ambiente climatizado (Morretes é muito, muito, muito quente no verão), que não prejudica a vista do rio e da natureza. Também têm horário estendido o restaurante Bistrô da Villa, que vai até às 19h, e o Casa do Rio, que vai até às 23h nos fins de semana, sem fechar, com barreado simples a R$ 45 por pessoa e com frutos do mar a R$ 65.

onde comer em morretes

O restaurante Terra Nossa é a melhor opção para quem fica em Morretes até mais tarde

Outra sugestão é o Restaurante do Hotel Nhundiaquara, mais um casarão histórico que chama a atenção logo na entrada da cidade, com uma vista mais do que privilegiada do rio. O local é bem tradicional, porém, vale saber que é o restaurante de almoço de várias excursões. Especialmente na alta temporada, esse fluxo muito intenso de pessoas pode comprometer o atendimento e, às vezes, até o sabor da comida.

O prato que mais sai é o chamado de “turístico”, ou seja, o barreado da casa guarnecido de arroz, bananas, salada, croquetes de peixe e outras porções de iscas de frutos do mar, tudo muito farto (até demais), por cerca de R$ 50 por pessoa. Infelizmente, não dá para dividir nem para levar uma quentinha do que sobra. Quem não come tanto pode escolher outras opções, como a moqueca de peixe (R$ 80 para dois) e o churrasco (R$ 48, individual), que também são bem servidos.

onde comer em morretes

O Café com Pausa é uma boa opção para um intervalo no passeio de manhã ou à tarde

Para um momento de descanso de manhã ou de tarde, procure o Café com Pausa, um lugar bem aconchegante que serve cafés, bolos e salgados e ajuda a passar o tempo. Saem fatias de bolos e tortas bem decoradas a partir de R$10, empanadas a R$5 e outras comidinhas. O café também vende garrafas da cerveja Porto de Cima, feita em Morretes, a R$22. Quem está de carro pode visitar a cervejaria artesanal, que fica na rodovia. Eles tem sete torneiras de chopes próprios bem interessantes.

Procurando hotel ou casa para descansar na Serra do Mar? Veja aqui algumas dicas de onde ficar em Morretes, Antonina e arredores. Reservando através do nosso link, você ainda ajuda o Onde Comer e Beber a se manter! 😀

Morretes tem várias opções de hospedagem para quem decide dormir lá e aproveitar com mais calma e uma grande vantagem: é barato. O Centro histórico é o melhor local para ficar para fazer tudo a pé, pois é pequeno e concentra os principais pontos turísticos.

  • A Pousada Cidreira está apenas 200mt do belo Rio Morretes, possui piscina ao ar livre em uma área de convivência bem agradável;
  • A Hospedaria Solar de Morretes é para quem quer economizar, já que é muito barata – mas não tem alguns confortos como banheiro privativo (é compartilhado);
  • A Casa da Vila é uma ótima opção de casa de temporada para até 8 pessoas que está a apenas 1 km do centro histórico, que, além do conforto, aceita pets.

    Para quem quer ficar em áreas de mata e rurais, para descansar no meio da natureza e aproveitar o clima da Serra do Mar, mas ainda próximo ao centro, as melhores opções são:

  • Casas di Monte Ecopousadas é uma opção rodeada pela natureza, com quartos de decoração rústica e aconchegante e vista da montanha;
  • A Pousada Guanumbi é mais simples, mas possui buffet de café da manhã, piscina e quartos com ar-condicionado;
  • O Recanto Mata tem quartos com varanda, vista para o lago e restaurante próprio, para facilitar a viagem.

    Um pouco mais distante, no distrito de Porto de Cima, tem boas opções para quem quer um maior contato com a natureza:

  • A Pousada Serra Verde tem chalezinhos rústicos, empresta bicicletas para os hóspedes e conta com churrasqueira na propriedade;
  • A Pousada do Oasis pratica o turismo responsável, tem varanda nos quartos com vista para o jardim e piscina.

    Outra opção interessante é se hospedar em Antonina, uma bucólica cidade histórica de frente para a Baía, que fica apenas 15km de distância de Morretes:

  • O Camboa Capela Hotel tem ótima estrutura, com piscina ao ar livre e academia, e fica a apenas 3 minutos á pé da praia;
  • A Casa da Mata Eco Lodge é uma casa de temporada roots, que acomoda até 8 pessoas, situada em decks com muita área verde e piscinas naturais.
Preços e informações atualizados em 2021. Cardápios e valores podem ser alterados a qualquer momento, sem aviso prévio. A pandemia do coronavírus pode ter afetado o funcionamento de locais citados, confira antes de ir.

Você pode gostar...

6 Resultados

  1. Bruna Patrícia dos Santos disse:

    Tem também um restaurante na bifurcação entre Morretes e Antonina para quem desce a estrada da Graciosa, ao lado do Siri Cascudo, que é muitoooo bom. Parabéns pelo artigo. Eu me senti estando novamente nesses lugares.

    • Luisa Dalcin disse:

      Oi, Patrícia! Ahh, brigada! Que bom que você gostou! E que ótima dica, hein? Na próxima, quero conhecer esse da estrada da Graciosa também! Um abração pra você!

  2. João Ananias de Santana disse:

    Quero conhecer a nobre cidade de Morretes, e saborear o tão famoso Barreado e o delicioso camarão.

    Sucesso, e muita felicidades aos moradores e visitantes de Morretes.

    • Luisa Dalcin disse:

      Vai adorar o Barreado, João! É um prato muito saboroso! Abraços e brigada pelo comentário!

  3. Carla Alexandra Ribeiro disse:

    O manacá da serra passa longe de ter a melhor comida.

    • Luisa Dalcin disse:

      Oi, Carla, tudo bem? Pois é, no post a gente não diz que ele tem a melhor comida e sim que ele é um dos mais baratos para comer Barreado 🙂 Algumas pessoas buscam os restaurantes mais baratos, por isso ele está indicado! Um abraço e obrigada pelo comentário!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *